Autor: Maximize

Impotência sexual – O que você precisar saber

Impotência sexual – O que você precisar saber sobre esse problema

 O tema que nós vamos falar é bastante interessante, mas constrangedor. Muitas pessoas têm esse problema, que atinge a classe masculina e está relacionada com a disfunção eréctil. Ou seja, a dificuldade de manter a ereção peniana.

Vamos discutir as causas. Como é tratado e como melhorar a qualidade de vida da pessoa que sofre desse problema. Vamos falar sobre impotência sexual.

Entendendo a impotência e os sentimentos por trás.

Você tem vergonha de procurar ajuda? Procurar os médicos para tentar abordar esse assunto? Para alguns é extremamente constrangedor, então as pessoas acabam indo via internet procurar as soluções para tentar resolver esse problema, é normal, e comum. E eventualmente todo homem pode ter um certo grau de impotência sexual, às vezes é normal.

O problema é quando se torna muito frequente, mais de 50% das vezes a pessoa não consegue deixar o Pênis ereto, ou não consegue manter o pênis ereto durante todo o processo da relação sexual. É importante diferenciar da ejaculação precoce ou da ejaculação tardia, que são problemas totalmente diferentes.

Isso aí causa um constrangimento muito grande. E daí todas as vezes que a pessoa, depois de uma situação constrangedora vai ter uma relação sexual, a pessoa já fica sofrendo antecipadamente, e as vezes acaba até passando mal. Ele Fica pensando no que aconteceu, e pensa que vai acontecer de novo. E isso vai formando uma bola de neve.

Daí a parte psicológica também é afetada demais. Até que esse homem procure ajuda, já faz 2 ou 3 anos que ele está sofrendo calado. E como às vezes pode acontecer é incompatibilidades seja com um parceiro, com a parceira.

Muitas esposas elas entendem a situação, conversam sobre a situação, até pedem muitas vezes pelo marido procurar ajuda. Mas muitas pessoas devido à vergonha como foi falado antes ficam calados e deixam para procurar ajuda, quando realmente a situação está caótica. Quando já estão tendo muitos problemas no relacionamento, porque a esposa acaba acreditando que o marido tem um caso extra conjugal, ou que perdeu o interesse nela, porque ela já não é mais tão atraente como antes.

 Existem várias causas

Antes de falar do problema nós temos que entender um pouco o mecanismo de ereção, dentro do pênis existem 2 estruturas alongadas, chamados corpos cavernosos. Dentro dessas estruturas existe uma esponja, quando essa esponja está cheia de sangue, o pênis fica ereto, fica duro. Quando a esponja está vazia, o pênis fica flácido.

O que faz que essa esponja fique cheia de sangue?  O estímulo sexual. Então diante de um estímulo sexual, que pode ser uma visão, pode ser um toque, pode ser um cheiro, o cérebro interpreta isso como estímulo sexual e transmite a mensagem através dos nervos, para os vasos que irrigam o pênis. A mensagem é essa: vamos encher os corpos cavernosos de sangue.

Então o fluxo de sangue para o pênis aumenta e o fluxo de sangue que sai do pênis diminui. Com isso entra mais sangue do que sai, e o pênis fica ereto, fica duro.

Disfunção erétil ou impotência sexual, é a incapacidade de ter uma ereção suficiente para manter uma relação sexual.  Se está acontecendo com você a primeira coisa que você deve avaliar é se esse problema é persistente ou um problema circunstancial.

Persistente, é você não consegue ereção em nenhum no ato sexual, você não consegue ereção noturna, que é basicamente involuntário. Se está acontecendo com você e o seu problema é um problema persistente, esse é um problema orgânico ou fisiológico que está relacionado a algum problema nesse mecanismo que eu acabei de explicar.

Se por outro lado você consegue ereção em certas circunstâncias e em outras não, o que você deve pensar é, o que está acontecendo nessas circunstâncias que estão prejudicando a sua ereção.

A principal razão do problema circunstancial, é um problema psicológico. Que pode acontecer se você estiver irritado, estiver ansioso. E principalmente entre os jovens, com medo de na hora H falhar.

Situação de conflito

Então o que acontece nas circunstâncias que prejudicam a ereção? Na verdade, é uma má interpretação do fato que está acontecendo. Eu vou explicar melhor para você.

Quando está numa situação de risco, um conflito, uma batalha, alguma coisa do gênero. O que acontece no seu corpo é a liberação de uma substancia chamada adrenalina, o que ela faz? Ela desvia o sangue do corpo, para o coração, para o cérebro e para os músculos. Te preparando para uma situação de fuga, uma situação de conflito ou uma briga; nessa situação o corpo interpreta que encher os corpos cavernosos do pênis de sangue, não é prioridade.

Então o pênis deixa de ser importante. Se na hora H a pessoa com quem você está, te deixa tímido de alguma maneira, ou você ficou muito preocupado com seu desempenho sexual, com medo de falhar. O que pode acontecer é que seu cérebro interpretou que naquele momento, não era um momento de prazer, mas um momento em que você estava sob ameaça. Mesmo que fantasiosa, e em vez de estimular o investimento dos corpos cavernosos com sangue, o que aconteceu no seu corpo foi a liberação adrenalina. E o resultado você já sabe!

Tanto a causa orgânica ou causa fisiológica, quanto a causa psicológica, podem aparecer juntos. Antes de você procurar um médico urologista para avaliar esse tipo de problema, eu quero chamar atenção para outros fatores que podem interferir na ereção.

O primeiro deles é a alimentação: Como é que você está se alimentando? Como é que você está dormindo? Está muito estressado? Desde quando você está com esse problema de ereção? O que mudou na sua vida desde que começou esse processo? Como está sua situação conjugal? E para finalizar está tomando algum remédio?

Saiba que grande parte dos remédios, tem interferência na ereção. Isso é muito importante, antes de procurar seu médico, é fundamental que você preste atenção nos seus sintomas.

É mais comum do que você pensa!

Você sabia que 40% dos homens têm alguma queixa relacionada a ereção. Presente na mesa de bar, na roda de amigos, no trabalho, no futebol, sempre tem aquele papo que isso nunca me aconteceu antes. Isso nem sempre é verdade!

Nas pessoas mais jovens normalmente é algum distúrbio psicológico, ansiedade, isso tem se tornado muito comum. Às vezes, se o homem for a terapia, ele consegue resolver o problema muito tranquilamente.

Os homens mais velhos, depois dos 40 anos precisam procurar outro motivo. Por exemplo, umas das coisas que pode acontecer é a parte vascular às vezes estar com alguma deficiência. O homem quando tem problemas de hipertensão arterial, diabetes, a obesidade e problemas hormonais causam déficit de diminuição de testosterona.

Então precisa ser avaliado, analisar o problema como um todo. A partir do momento que você avalia o paciente, que se chega no diagnóstico da causa, você trata essa causa.

Obesidade piora as coisas?

Sim, e para ser sincero, piora muito. Muitos homens obesos, acabam tendo grande quantidade de aromatase, que é uma enzima que queima testosterona, faz o homem converter em estradiol que é um hormônio feminino. Inclusive levando os obesos a ter ginecomastia, que é o crescimento dos seios.

Algo que a obesidade também pode acarretar é uma diminuição muito grande da testosterona. A testosterona também é muito importante na libido, que é o desejo sexual. É importante também para ereção. Então você imagina só, se você está com uma dificuldade de ereção, e ainda sem desejo sexual; aí fica muito difícil! Então a pessoa precisa ser tratada como um todo existe tratamento para casos de disfunção sexual.

Remédios para a impotência, são tratamento mesmo?

Problemas de impotência sexual com certeza existem, e os tratamentos e remédios que hoje existem realmente são eficazes depende do estágio que se encontra. Procure um médico urologista, um especialista nessa parte, ele vai pedir todos os exames para você, vai pedir inclusive ultrassom; às vezes, com doppler peniano. Vai descobrir a causa, vai tratar a causa muitas das vezes vai ser necessário tomar um medicamento sim.

É necessário tomar medicamento, às vezes tem casos até com indicação de prótese peniana, mas para todos os casos existe solução. É só descobrir os porquês.

Um profissional capacitado é capaz te ajudar com certeza, e os medicamentos para a impotência também. Você que está sofrendo com isso não fique sofrendo atoa. Procure um profissional vai atrás desse profissional, porque é possível você resolver esse problema que está fazendo você sofrer. Está fazendo você não viver adequadamente, porque isso te leva a uma angústia muito grande, principalmente quando você não consegue resolver, não consegue desempenhar um papel que você gostaria.

E muitas das vezes acontece que você já vai dormir inseguro, porque você tem até medo da esposa te procurar, porque você pensa: eu não vou dar conta do recado. Isso é muito ruim, nenhum ser-humano deve ter esse tipo de sentimento por si mesmo. Procure ajuda, essa ajuda existe e pode confiar que elas vão resolver seu problema.

 

 

Você sabe qual é o seu tipo de calvície?

Você sabe qual é o seu tipo de calvície? Como é que se classifica? Vamos ver agora tudo sobre isso.

  Vamos falar sobre a classificação inventada, para colocar os tipos de calvícies, qual é o tipo, qual é o tratamento mais indicado, cientistas se reuniram para criar as classificações.

Existe a calvície padrão normal, lembrando que todo homem tem por via de regra as famosas entradas, com maior ou menor intensidade. Por que acontece somente nessa região? isso vem lá da empresa, que nos originou. É a origem em biológica, quando a gente era um feto, um embrião da barriga nossa mãe.

A formação vem da questão ectodérmica. Você nunca vai ver um homem careca ou calvo na região lateral, somente na região de cima.

Alopecia androgenética

Calvície é chamada de alopecia androgenética. É uma doença que na maioria das vezes o diagnóstico é feito clinicamente, ou seja, um médico examina o paciente, tirando o seu histórico, passa a fazer alguns exames para o diagnóstico, na maioria das vezes.

Mas quais são os critérios para identificar a alopecia androgenética? O médico utiliza o geralmente o dermatoscópio, existem vários aparelhos, mas de maneira geral esse é o mais usado. Hoje em dia se usa muito Câmera, mas também pode ser usado uma luz, para observar as alterações por trás do cabelo. O médico então analisando as imagens consegue notar as alterações no fio de cabelo.

Essas alterações que são características dos problemas que vem se desenvolvendo no seu couro cabeludo. O médico consegue analisar quais são essas características. Se é uma causa genética, o que vai se observar é uma diminuição do calibre dos fios, se eles grossos ou não.

Outra situação que vai ser notada é se a perda de cabelo está sendo devido a algum remédio que você está consumindo ou algo do tipo, vai ser observado uma diminuição dos fios. O cabelo vai ficando cada vez mais claro, ou seja, o cabelo mais fino e a quantidade de fios no folículo estão bem menores.

Para um cabelo considerado normal, a grande característica desses fios é que eles possuem o diâmetro muito parecido, se você observar  na imagem abaixo os fios têm diâmetro parecido, os folículos são múltiplos, ou seja, vários fios no mesmo folículo e eles possuem uma pigmentação adequado são cheios de tinta.

Agora numa região comprometida pela calvície ou pela alopecia. Nós conseguimos notar que os fios do couro cabeludo são afetados deixam os fios finos. Os folículos são simples, ou seja, contém apenas um fio de cabelo, estão com menos fios por folículos. E existe uma diminuição acentuada da pigmentação, os fios são bem mais claros por estarem mais finos. Veja um exemplo na foto abaixo:

Agora olhando as duas imagens, da para reparar nas diferenças, entre uma região normal em uma região com alopecia androgenética. Quando prestamos atenção as duas imagens ao mesmo tempo, fica clara a diferença na imagem de cima da região normal. Notamos que os folículos são grossos, múltiplos, pigmentados e já a imagem debaixo da área de perca dos fios, percebemos que eles são finos. Os folículos têm menos fios e são mais claros, sem tanto pigmento como uma cabeça saudável.

Em média 50% dos homens no decorrer da sua vida vão perder cabelo devido á alopecia androgenética. A taxa média é de 50% em homens brancos, 15% em negros e 15% em amarelos ou asiáticos. Esses dados se referem a calvície masculina.

Existem medicamentos que são aliados no tratamento da calvície. No mercado existem muitos que são eficazes e que vão te ajudar a se livrar desse mal.

Mas ao contrário do que a maioria das pessoas pensam as mulheres também podem ser afetadas pela calvície, é claro que em geral numa quantidade bem menor em porcentagem, mas elas podem sim ser afetadas.

A calvície está relacionada a testosterona, que quando atinge o couro cabeludo de indivíduos com predisposição genética, sofre ação da 5-alfa-redutase e converte em di-hidrotestosterona (DHT). Esta é a responsável pela diminuição gradual dos fios como observamos anteriormente. Esse processo é chamado de miniaturização.

Em homens, a perda de cabelo tem um padrão para a queda, se iniciando em geral na área frontal ou no topo da cabeça. Acredita-se que a diminuição dos fios aconteça de forma gradual, tendo uma redução de cerca de 5% ao ano. Agora nas mulheres que são acometidas, a perda de cabelo acontece de maneira difusa, mas que não produz uma calvície total.

Tratamentos

Os tratamentos para a calvície disponíveis hoje em dia, podemos dizer que são: Apliques, enxertos, além da mais usada que é a forma medicamentosa.

Mas ela pode sim ser reduzida ou até mesmo acabar com esse problema que afeta tanto a autoestima.

Causas

Podemos alistar aqui algumas causas da queda de cabelo chamada difusa, aquela que não acomete na queda de cabelo total.

– Tireoide desregulada (hipotiroidismo ou hipertireoidismo)

– Medicamentos

– Menopausa ou gravidez (alterações hormonais)

– Alimentação ruim ou ausência de vitaminas

– Estresse

– Perda de peso significativa ou rápida demais

– Doenças

– Histórico familiar.

Se você observar algumas dessas circunstâncias fique atento, e resolva o que está ao seu alcance, o que você não consegue, peça ajuda de um profissional.

Chegamos à conclusão de que, a alopecia difusa pode ter várias origens que causam a queda de cabelo.

 O que eu posso esperar? Quais os sintomas? Como é este processo?

O cabelo de todo ser humano sem exceção, passa por três fases diferentes durante o seu ciclo de vida:

Anágena: o folículo capilar está ativo, funcionado normalmente então o cabelo cresce;

Catágena: o fio para de crescer, sai da base do folículo e solta-se do couro cabeludo;

Telógena: o fio está pronto para cair sozinho, puxado pelo pente ou outro atrito, tufos na almofada ou empurrado pelo fio novo que começa a nascer abaixo dele.

O que o eflúvio telógeno faz é aumentar a proporção de fios que se encontram na fase Telógena, e por isso a ausência de cabelo começa a ser um problema tão grande que se torna quase impossível de disfarçar.

Mas já que a queda de cabelo é também um processo natural do ciclo de vida capilar, como é possível caírem tantos cabelos de um dia para o outro?

Muitas pessoas testemunham que a mudança algumas vezes é brusca e logo se percebe a falta de cabelo. E é nesse momento que as pessoas procuram ajuda e tratamento adequado.

Qualquer perda de cabelo acima de 100 fios por dia é grave e pode ter consequências enormes.

Muitos homens ficam chocados quando sempre tiveram um cabelo forte e saudável e a partir de um determinado momento o cabelo perde toda a sua vitalidade e brilho e nunca mais volta a ser o mesmo.

Se for esse o seu caso, provavelmente sofre de alopecia difusa e aceitar que tem uma condição médica para a qual é preciso encontrar tratamento é o primeiro passo.

Agora se seu cabelo nunca tiver sido um motivo de grande orgulho e atrativo porque sempre foi escasso, fraco e irregular, o mais provável é que você sofra de alopecia difusa mais grave.

Quando se trata da mulher, a alopecia difusa feminina pode surgir como maior evidência após certos eventos:

– Alterações hormonais

– Doenças graves ou traumas físicos

– Doenças psicológicas

– Desordens alimentares

-Deficiências nutricionais, excesso de suplementação de vitaminas;

– O uso de medicação

– Doenças crónicas

Se a paciente for saudável e sem qualquer tipo de doença associada, isso nos mostra que há um grande potencial de ter plena recuperação e voltar a ter novamente o seu cabelo como antes.

Também existem estimuladores de crescimento capilar para a alopecia difusa que aceleram esta recuperação.

Uma vez detectada a raiz do problema, pode-se concentrar no foco que é na solução: o tratamento mais adequado

A alopecia difusa tem cura?

No geral, a alopecia difusa tem cura sim dependendo da causa. O que significa que, quanto antes se descobrir a causa antes será possível agir com competência e encontrar a melhor solução.
Lembrando que muitos esforços com estimuladores de crescimento de cabelo ou outros tratamentos, podem sim ser eficazes.

Solucionar o problema pode fazer com que você recupere sua autoestima e sua felicidade.

O que pode fazer para ajudar a condição?

Reduza o stress: O pensamento positivo defende que uma das grandes ferramentas que possuímos para conseguir criar uma verdadeira motivação.

Coma melhor: Procure quais os alimentos que ajudam a prevenir os sintomas e a minimizá-los.

Pratique exercício físico diários.

Invista em hobbies terapêutico: como por exemplo acupuntura.

Coloque em sua mente coisas boas e saudáveis.

Faça novas aventuras: experiências felizes potenciam mecanismos de sensações de alegria libertados pelos nossos neurotransmissores.

Informe-se sobre a doença. Informação é poder. Liberte-se daquela tensão que te consome. Combata a ansiedade sobre os efeitos negativos na sua vida. E não fique se sentindo o único que sofre com esse problema, pode acreditar, muitas pessoas passam por isso.

Se tiver tentado todas estas recomendações ou outras inclusive e mesmo assim você perceber que a doença continua progredindo. Procure os melhores remédios para a calvície que podem te ajudar de verdade a ter bons resultados.

 

 

 

 

Emagrecedores, como agem e como podem ser mais eficientes

Emagrecedores, como agem e como podem ser mais eficientes

Se você chegou até aqui, quer você seja homem, mulher ou idoso você está procurando perder peso e ter uma vida mais saudável.

Só que às vezes parece que você está indo contra o que o seu corpo realmente quer, isso envolve muito esforço, determinação, disciplina e perseverança.

Neste artigo vamos ver que você consegue, com uma alimentação melhor e com a ajuda de emagrecedores, até mesmo aqueles que são chamados de emagrecedores naturais.

Vamos entender como esses remédios funcionam e quais os efeitos que eles têm no seu corpo eu causando o emagrecimento

Por que aderir aos emagrecedores?

Por conta dos seus resultados rápidos, os emagrecedores são considerados como uma ferramenta muito útil. Visto que a pessoa já está melhorando os seus hábitos alimentares e a prática de exercícios ela vai conseguir fazer um bom uso dessas substâncias e vai ter resultados muitas vezes mais rápido

Como eles podem ser classificados?

Termogênicos

Os termogênicos são os emagrecedores mais comuns recomendados para quem busca o emagrecimento. Eles têm ação no corpo de forma a auxiliar o organismo num processo de queima de gordura, esses termogênicos aceleram metabolismo e as é ações fisiológicas que estão envolvidas no seu emagrecimento.

Em sua grande maioria, hoje em dia, os chamados termogênicos contêm na sua fórmula a cafeína. Que além de elevar o seu acelerar o metabolismo, também dá mais energia quando você vai para academia ou fazer uma caminhada.

Porém esses termogênico podem aumentar sua Pressão Arterial e também a frequência dos batimentos cardíacos, por isso é importante lembrar que pessoas que tenham hipertensão ou qualquer algum qualquer complicação cardíaca não tome esse tipo de suplemento, sem ter monitoramento médico ou ainda que exceda a dose que foi recomendada só para ter resultados mais rápidos.

Bloqueadores de gordura

 Os emagrecedores que em sua composição contém bloqueadores de gordura, são uma opção muito boa para quem quer uma ajuda no emagrecimento eles atuam no organismo impedindo que ele absorva a gordura ingerida através das refeições auxiliando então no emagrecimento.

Mas algo a se pensar é que esses bloqueadores de gordura, só fazem efeito no que entra no seu corpo e não na gordura que já está armazenada no seu corpo, então ele deve ser tomado junto com uma dieta e a prática de exercícios para que você não absorva mais gorduras e consiga queimar as que você já tem no seu corpo.

Emagrecedores que substituem refeições

Esses substitutos de refeição podem ser colocados em geral na classe dos shakes de dieta eles são os mais populares para substituir refeição. Há muita discussão se eles realmente funcionam ou não.

Muitas pessoas acreditam que eles só funcionam, enquanto você estiver usando-o e ainda acreditam que a eficácia deles se deve a privação de nutrientes importantes no organismo. Porém o que se recomenda é que se você for fazer o uso você, faça apenas a substituição de uma refeição diária não de várias das principais delas.

E quando for escolher o seu, tente escolher os que tenham em sua composição colágeno e vitaminas. Para que junto com a alimentação, o seu corpo não fique sem os nutrientes que você precisa para o seu bom funcionamento.

Que hábitos você pode ter para te ajudar nessa luta?

Descanse bem, tenha o hábito de dormi por volta de 6 a 8 horas por noite. Esse tempo é essencial para seu corpo se renovar. Se ele tem um bom funcionamento, você vai concordar comigo que ele vai queimar melhor as gordurinhas indesejadas

Beba bastante água, o consumo médio de água por dia de uma pessoa dever no mínimo de 2 litros. Visto que a água tem esse efeito de limpar as toxinas, usá-la como aliado na perda de peso faz muito sentido. Além do que, a maior parte do seu corpo é composta de água. Além de ajudar na retenção de líquido.

Alimente-se bem, é claro que é sempre aquela conversa, fecha a boca e você emagrece! Nós ficamos com muita raiva quando as pessoas acham que é tudo tão simples, porque sabemos que não é. Mas no fundo a gente sabe que se nosso consumo de calorias for menor que o que a gente gasta a perda de peso é inevitável. Então tente se alimentar melhor, alimentos com muito sal nos incham e muito açúcar nos engordam. Cuide bem da sua alimentação e você vai ver uma considerável melhora no seu emagrecimento.

Pratique exercícios, a prática de exercícios regulares nos ajudam a secar. Não precisa se matar na academia, segundo alguns estudos a prática de uma hora de exercícios por pelo menos 3 dias na semana já vai te trazer resultados melhores. Faça uma boa programação. Embora a nossa vida seja muito corrida, o que é mais importante que cuidar bem de você mesmo?!

Já que nos vimos que nos alimentar bem é importante vou te ajudar, e passar a lista de alguns que são forte aliados nessa batalha.

Pepino

Pois é, por mais que você não acredite o pepino nos ajuda. Em sua composição ele tem aproximadamente 90% de água. E como já vimos a água é uma forte aliada e ingerir alimentos ricos em água são uma grande ajuda. Porque ao mesmo tempo que te dão saciedade te trazem menos calorias.

O pepino também ajuda a regular a pressão arterial e a evitar retenção de líquidos. Comer pepino pelo menos uma vez ao dia vai te ajudar bastante a manter seu peso.

Repolho

O repolho em sua composição possui o ácido tartárico, esse ácido evita que o açúcar dos carboidratos seja convertido em gordura e armazenado de forma indesejada, nos espacinhos que estão sobrando no seu corpo. Agora para que você consiga perceber esses efeitos do repolho, você precisa comer ele em grandes quantidades e todos os dias.

Salsa

Embora a salsa sozinha não queime gorduras ou acelere seu metabolismo, ela vai gerar alguns processos no seu corpo que beneficiam esses processos. A salsa ajuda na eliminação de toxinas, da ativação renal e da sensação de saciedade, o que é melhor que isso pra quem quer emagrecer? Sentir menos fome é uma maravilha!

Você pode usar a salsa na salada, nas carnes e até como chá para aqueles dias frios. Não há restrições, você pode usá-la quando e como quiser.

Gengibre

Um famosinho das dietas. O gengibre é rico em propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, assim como a salsa ele ajuda a eliminar toxinas, que agem queimando gordura e acelerando o metabolismo. Entre todas a formas de consumo, hoje a mais comum é através de sucos, pode ser suco total gengibre, ou também você pode misturá-lo com outras frutas cítricas como: acerola, limão ou laranja. Fica muito refrescante. Para os dias frios você pode usar ele naquele chazinho maravilhoso, vai dar um gostinho super especial. As pessoas também usam muito deixar um pedaço de gengibre na água em descanso e depois tomar a água aromatizada, é super agradável também. Use como preferir, mas não deixe de usar.

Canela

A canela é muito queridinha assim como p gengibre, pessoas que querem emagrecer fazem muito uso dela. Isso porque a canela é um termogênico natural. Ela acelera o metabolismo e possui ação antioxidante. Você pode consumir ela junto com frutas, iogurte, chás e até mesmo junto com café, mesmo não sendo todos adeptos dela assim. Use como preferir, só não vai deixar de usar hein.

Chá verde

Outro queridão das dietas. Ele é muito famoso, mas vamos entender o porquê. Não é atoa que ele é famoso, o chá verde ajuda a regular a pressão arterial, melhora a digestão, possui ação antioxidante, diminui os níveis de colesterol LDL (colesterol ruim) e ainda por acima acelera o metabolismo. Top demais não é mesmo?! Sendo assim ele ajuda muito no processo de emagrecimento, e ajuda você a melhorar sua saúde no geral. O recomendado é que se espere 30 minutos após cada refeição para ingeri-lo, agora pessoas que tem problemas renais ou ainda tenham casos na família, não devem consumi-lo em excesso. Agora não vai deixar essa maravilha passar, e ainda mais porque ele é super acessível tanto no preço, como é muito fácil de encontrar ele para comprar.

O que fazer?

Sabemos muito bem que emagrecer não é nada fácil, ainda mais se para você a obesidade já tiver virado um problema crônico, por assim dizer.

Mesmo assim, muitos alimentos e muitos emagrecedores podem te ajudar nesse processo, fazendo com que você sofra menos e sinta mais alegria na perda de peso.

Lembre-se sempre que cada corpo reage de uma forma. O seu pode ter um processo mais eficaz no emagrecimento, ao passo que o meu por exemplo, seja mais lento. Porém não deixe de usar tudo que puder a seu alcance para atingir o seu objetivo, se isso vai te trazer a alegria que está faltando no seu dia-a-dia.

Mantenha seu conhecimento sempre em evolução, conhecimento é tudo. Existem práticas descobertas todos os dias que facilitam a perda de peso, não deixe de aderi-las pra te auxiliar sempre, você com certeza vai conseguir!

 

 

 

Emagrecer| dicas que você precisa para perder peso rápido e com saúde

Emagrecer| dicas que você precisa para perder peso rápido e com saúde

Nesse artigo vou te dar dicas de emagrecimento e de como os emagrecedores podem ajudar a perder aqueles quilinhos indesejados

para emagrecer com saúde é necessário que o seu corpo gaste mais calorias do que ele ingere é por isso que para perder peso e chegar ao peso ideal você precisa ajustar hábitos alimentares e também praticar atividades físicas mas as vezes mesmo fazendo tudo isso ainda assim é difícil perder peso

Por que isso acontece?

Porque a obesidade é mais do que simplesmente o que você come ela pode estar ligada a sua genética a maioria dos obesos tem em seu gene uma certa alteração que os faz ter dificuldade de perder peso, é aí então que os remédios emagrecedores entram.

Quais são algumas coisas que você pode fazer para ter melhores resultados?

– Consuma alimentos que queimam gordura desincham aumentam a sociedade e acelerem o metabolismo

– Faça apenas as principais refeições do dia

– Invista em um prato com opções saudáveis e equilibrado

– Evite dietas restritivas demais

– Beba chás que ajudam a emagrecer

– Ganhe músculos eles queimam a gordura mais rápido

– Pratique exercícios para queimar a gordura

– Diminua o máximo possível o consumo de sal é de açúcar

– Fique longe das gorduras trans

– Preste atenção aos sinais do seu corpo

– Reduza o seu consumo diário de calorias

– Maneire na cervejinha

– Beba no mínimo 2 l de água por dia

– Preste atenção nós calorias dos alimentos que você está consumindo

Use alimentos na sua vida diária que queimem gordura

Muitos alimentos podem ser aliados à nossa perda de peso, alguns te ajudam a emagrecer porque eles estimulam a queima de gordura, entre eles estão o chá de hibisco, lichia, farinha de Amora etc.

Invista nos alimentos que desincham

Alimentos ricos em ômega 3 contribuem para o emagrecimento, visto que eles têm ação anti-inflamatória, esses alimentos são salmão, atum, sardinha, arenque, cavala, linhaça, castanhas entre outros.

Alimentos que vão aumentar a sua saciedade

Alimentos que são ricos em fibras vão te deixar com a sensação maior de saciedade, quando você os consome, a fome demora mais para aparecer, você consome menos calorias e consequentemente perde peso.

As principais Fontes de fibras são: frutas, cereais integrais, como arroz, trigo, centeio, cevada e aveia. Também a família das leguminosas, como: feijão, lentilha, grão-de-bico, ervilha, verduras e legumes e as sementes como a chia linhaça semente abóbora que também são ricas em fibras.

Alimentos que aceleram o metabolismo

Esses alimentos são conhecidos como termogênico, o que eles fazem no nosso corpo? Eles estimulam uma maior queima de calorias. Os principais elementos termogênicos são pimenta, chá verde, canela, gengibre e café.

Muitos emagrecedores que têm a nossa disposição no mercado hoje, são em sua grande maioria termogênicos e esse é o benefício deles, queimar calorias mesmo com o corpo em repouso.

Faça apenas as refeições principais

O ideal quando se quer perder peso é fazer apenas as 3 refeições principais do nosso dia, que são:  café da manhã, almoço e jantar; em alguns casos pode-se fazer pequenos lanches, 2 ou 3 deles. Isso vai manter seu metabolismo funcionando o dia inteiro, te dará mais saciedade, diminuindo a fome fora de hora, e vai impedir que quando chegue às refeições principais você exagere e coma muito. O intervalo mínimo de cada refeição deve ser 2 horas.

 Invista em um prato com opções saudáveis e equilibrados

Uma alimentação saudável requer equilíbrio de nutrientes e uma variedade de alimentos, é importante investir em frutas, legumes, verduras e não se esqueça de completar o menu com diferentes tipos de carnes, cereais, leguminosas, leites e derivados. Esses grupos alimentares são essenciais para a alimentação diária e para o seu corpo trabalhar com todos os nutrientes necessários.

Evite fazer dietas restritivas demais

Essas dietas da moda que cortam drasticamente calorias, cortando componentes específicos, como os carboidratos são consideradas restritivas. Para que você perca peso com saúde o esperado é perder entre meio quilo e um quilo por semana. Mais do que isso pode ser sinal de que você não está realizando a dieta mais adequada.

Alimentação monótona com pouca variedade de alimentos deixa o seu corpo pobre em nutrientes, isso pode afetar a sua imunidade deixando-a mais fraca e deixando seu corpo mais vulnerável a doenças.

Beba chás que ajudam a emagrecer

Alguns desses chás como o chá verde, chá preto, chá de canela, estimulam a queima calórica. Enquanto o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada no abdômen, esses chás contribuem para a perda de peso.

É interessante lembrar que muitos remédios emagrecedores contêm essas ervas na sua composição, exercendo então esse mesmo efeito.

Pratique exercícios para queimar gordura

O aconselhável pela Organização Mundial da Saúde é praticar pelo menos 150 minutos de exercícios por semana para uma pessoa ser considerada ativa. Ou seja, praticando 1 hora de exercício em 3 dias na semana você já ultrapassa essa meta. Para queimar gordura e emagrecer é importante investir em atividades aeróbicas como: caminhadas, corridas, bicicleta, dança, natação etc.

Ganhe músculos

Exercícios em que você faz aquele esforço danado. Esses são musculação, pilates, também são super importantes para seu corpo ganhar músculos e gastar calorias.

Dietas restritivas demais

Existem inúmeras dietas que promete o emagrecimento rápido, fique atento a que custo essa perda de peso é alcançada. Porque muitas vezes essas dietas restritivas fazem você perder músculo e isso é prejudicial para você manter o seu peso depois que parar de fazer a dieta.

Diminua o máximo possível o consumo de sal e açúcar

O sal é a principal fonte de sódio que é um mineral que em excesso no organismo aumenta o risco de hipertensão e retenção de líquido, e nós sabemos que a retenção de líquido é uma grande inimiga do emagrecimento. Lembrando que os emagrecedores podem em sua composição conter propriedades que te ajudam a se livrar da retenção de líquido.

O açúcar consumido em excesso se transforma em acúmulo de gordura, em especial na região da barriga. Alimentos que são Fontes de carboidratos simples são ricos em açúcar entre esses estão: refrigerantes, doces e os que contam com muita farinha branca, como pães, massas e bolos.

Preste atenção aos sinais do seu corpo

O emagrecimento rápido pode estar prejudicando a sua saúde e os sinais são: queda de cabelo, unhas quebradiças e fracas, fraqueza, desânimo, indisposição, fraqueza, constipação intestinal e tontura.

Fique longe das gorduras trans

Essas gorduras podem ser encontradas em alguns biscoitos, sorvetes, bolos industrializados, e outros alimentos. A gordura trans aumentam o colesterol LDL, que é o colesterol ruim para o organismo, diminui o HDL colesterol bom. Age também, aumentando os triglicerídeos que podem ser armazenados no tecido o adiposo.

Preste atenção nas calorias que você consome

Você pode começar por olhar os rótulos dos alimentos, assim você consegue ver quantas calorias você está consumindo durante o dia. Os carboidratos possuem 4 calorias por grama, enquanto as proteínas também possuem 4 calorias por grama e as gorduras possuem 9 calorias por grama. Uma diferença bem grande, para o seu corpo.

Beba no mínimo 2 l de água por dia

O consumo de água é essencial para emagrecer de forma saudável, ela limpa o organismo, diminui a retenção de líquido. Faz tudo trabalhar melhor. Sem contar que a maior parte do seu copo é composta de água.

Conte as calorias da sua refeição

Para emagrecer rápido muitas pessoas optam por uma redução extrema de calorias, mas o consumo inferior a 1200 calorias por dia não é orientado por profissionais para perder peso, porque pode te levar a ter fraqueza, desmaio e o tão temido efeito sanfona.

Maneire na cervejinha

O álcool é uma substância tóxica para o organismo e para o fígado, que dá preferência a metabolizar primeiro álcool. Essa mudança no metabolismo do fígado faz com que ele acabe deixando de metabolizar a gordura, é aí que ela então fica acumulada no organismo.

Descubra qual é o seu peso ideal

O índice de massa corporal (IMC) é uma maneira de descobrir se o seu peso está dentro do considerado saudável ou não, como calculamos o IMC? Ele é calculado por meio do peso em quilogramas dividido pela altura ao quadrado (kg/m²) apesar de não mostrar a proporção de gordura e de músculos. Ele te ajuda a ter uma noção sobre o seu peso se ele está saudável ou não.

Foram bastantes dicas não é mesmo! Todas elas vão te ajudar muito, mas você deve pensar eu já estou fazendo meu melhor e não estou conseguindo! Se você já tentou de tudo e não deu certo. Você pode recorrer a ajuda dos emagrecedores, existem muitos no mercado que são naturais e que vão te ajudar a perder o peso que precisa.

Se você não sofre com o excesso de peso, mas conhece alguém que passa por esse problema tão difícil, ajude essa pessoa! Quer dando uma mãozinha amiga, quer escolhendo um bom especialista junto de um bom emagrecedor. Pode ter certeza que fazendo isso você estará ajudando ela a lidar com a autoestima e ganhando uma amiga para a vida toda.